Páginas

sábado, 30 de maio de 2009

Os meus pintos

Os meus pintos já buscam contos ....

Atentos às novidades das letras, ainda a tremelicar e a tropeçar nos acentos e nas sílabas tónicas, lá vão eles em fila indiana até ao aconchego final.

Os olhitos aflitos e questionadores devoram as palavras a preceito e vestem-nas de um verde esperança que me cabe na bolsa que levo a tiracolo, com os utensilios necessários à dissecação dos textos e das frases simples próprias das suas tarefas.

Nesta semana, a preocupação maior é a Mãe, o seu dia vem a trote e é preciso ultimar o presentinho que vive no nosso imaginário e esconder muito bem para a surpresa ser uma realidade, embora a ânsia seja muito dificil de conter.

Para a semana, novas aventuras estão planeadas, um teatro numa tenda, uma apresentação para todos os visitantes das letras, à nossa terrinha.

Desta forma, os ensaios dos "ovos misteriosos" também fazem parte do dia a dia destes pintos, que crescem a olhos vistos e devoram o saber aliado ao saltar da corda e do futebol trapalhão, onde a correria aos molhos acontece no dia a dia, em espaço valorizado para as traquinices.

É um gosto vê-los a andar de bicicleta, quase sem mãos!



Carolina

Um comentário:

Ana disse...

Adoras os teus "pintainhos" acho que não conseguias viver sem eles, mas mais ainda precisam eles de uma “professorinha” que devem admirar muito!
Jinhossssss