Páginas

domingo, 21 de setembro de 2008

Fecho os olhos e beijo-te


Sabes,o teu sorriso de menino traquina, bebi-o de um trago na margem elitista da paixão,onde me seduziste com sabores e toques profundos. Agora, ele mora nos meus sonhos e sempre que o quero, perco-me em longas caminhadas à beira rio, embalada no poema com o teu nome.
Lembro o toque demorado com que nos presenteamos naquela tela sarapintada de anjos, onde as estrelas nos deliciavam com melodias sem fim.
Preciso de uma nova vontade para matar saudades das palavras e da escuridão em que nos embriagamos de sentir.
Quero a tua boca para nela depositar os meus longos beijos, para as nossas línguas dançarem intermináveis melodias tendo o céu como limite.
Sinto a tua mão na minha, massajo e beijo os teus versos vezes sem conta.
Então o frio que é teu, desaparece mais uma vez, no grito de uma prosa parida.






Carolina

6 comentários:

Ana disse...

Miguinha Carol, o teu blog foi distinguido com o "Pémio Dardo".
Podes ver mais pormenores em:

http://behappyaveiro.blogspot.com/

Jinhossssss,

Ana Paula

Ana disse...

Com a pressa em te transmitir o prémio nem li este texto poético extraordinariamente belo. Sabes transmitir o que sentes de uma forma sensual, porque és uma pessoa linda que sabes amar. Parabéns Carol! Jinhos da Paula

antónio prates disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
antónio prates disse...

Olá Carolina!
Como vi o link do seu blog destacado no blog da Ana, a novidade e a curiosidade trouxeram-me até esta "Lua Cheia", e resta-me agradecer o acolhimento dos seus versos e todo o Luar que envolve as suas palavras.

Este António

Ana disse...

Querida Carol, desejo-te um FELIZ 2009, com tudo o que desejares.
Um abraço muito apertadinho,
Ana Paula

Ana disse...

Minha querida Carol!

Espero que venhas aqui, para leres o que vou escrever.
Sei que o tempo não deve ser muito, mas este espaço que criaste deve continuar, porque consegues transmitir o que te vai na alma através das tuas poesias.
Um beijinho muito grade,
Ana Paula