Páginas

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Um dia vou buscar o céu!

Mais um dia em que o Sol se esfumou como nuvens procurando poiso para cair.

Aquele tempo nunca mais apareceu, nem nas palavras deu ares de si.

Não é que me deixe ansiosa, mas gostava que aparecesse e desse ares de sua graça.

É verdade, os patos nadam no lago azul e o grilo continua a cantar no jardim afunilando os olhos dos sapos.

Hoje, sonhei com ele, estava fresquinho com duas pedras de gelo.

Espero que a verdade seja servida em novas taças e as velhas se mantenham de pernas cruzadas, não vá o instinto dar uma volta fatal de cento e oitenta graus e tudo virar do avesso.

Um dia vou buscar o céu ...

Um comentário:

Ana disse...

Foi um belo momento, acho que o sonho te inspirou nestas lindas palavras e tenho a certeza que vais buscar esse céu que te pertence.
Jinhossssss