Páginas

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Eu e tu

Passado
Entrega sentida
Esvoaçando na partilha de momentos nossos.
Esperas na noite de chuvas de beijos
Vertigens que buscava sem eira nem beira,
e depois ...
Amar, amar sem parar nas asas do vento,
Tempestades promiscuas de risos
Mares sedentos de torrentes intensas,
Busca de verdades pelo destino partilhadas
Em sonhos.
Pé ante pé na escuridão
De mentiras trocadas por ausências,
Por olhares.
Entrega perdida na noite
Por choros de anjos.
Nas palavras caladas pelo tempo
Rumo ao teu esquecimento.
Partida adiada
Presente.

Um comentário:

Ana disse...

Um passado e um presente num belíssimo poema! Adorei!
Beijinhos grandes.